Pavilhão Mies van der Rohe

Em 1929, a Exposição Internacional foi celebrada em Barcelona. Representações de países de todo o mundo compareceram e muitas delas o fizeram através de seus pavilhões. Hoje, de todos eles, podemos ver apenas alguns dos pavilhões espanhóis e o da Alemanha, o Pavilhão de Barcelona, ​​construído por Ludwig Mies van der Rohe.

Uma porta de entrada ou uma porta de saída

O pavilhão alemão teve que ser projetado em menos de um ano e foi construído para acolher a recepção oficial do rei Alfonso XIII às autoridades alemãs.

O arquiteto Mies van der Rohe, e seus colaboradores rejeitaram o lugar assinado originalmente e escolheram colocá-lo em um local tranquilo, em fora da área mais movimentada.

Além do fato de que, neste lugar, o Pavilhão oferecia perspectivas diferentes, ele estava a caminho do Pueblo Español, uma das principais atrações da Exposição Internacional de 1929; o edifício ficava no meio da passagem e convertia-se numa area de ingresso e saída do recinto principal.

Less is more

As paredes não apenas criam espaço, mas também direcionam o movimento dos visitantes. Isso é conseguido porque as superfícies das paredes são deslocadas uma da outra. O prédio foi construido sem uma área de exposição, porque o que estava em exibição era o próprio pavilhão.

Todo o edifício fica sobre una superfície de mármore travertino e as pequenas peças do telhado são apoiadas por colunas de aço inoxidável cromadas que dão a sensação de teto suspenso.

Mies van der Rohe, que vinha de uma família de comerciantes de mármore, usou pedras de alta qualidade e uma variedade cromática: travertino romano, mármore verde dos Alpes, mármore verde grego e ônix do Atlas argelino. Além disso, o concreto também foi usado em muitas de suas posibilidades, não apenas como um elemento estrutural, mas também para detalhes decorativos exteriores.

O Pavilhão Mies van der Rohe, hoje

O Pavilhão de Barcelona, ​​como este é o seu nome oficial, foi desmontado em 1930, mas em 1980, o arquiteto municipal Oriol Bohigas promoveu uma iniciativa para reconstruí-lo. A reconstrução foi concluída em 1986, ano em que foi comemorado o centenário do nascimento de Mies van der Rohe.

Você pode ver o Pavilhão Mies van der Rohe em nosso passeio Descoberta de Barcelona.

Para mais informações, você pode olhar na Fundacio Mies van der Rohe.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.